O curso de Piloto Comercial é, provavelmente, o mais desejado por todos os que sonham ser pilotos profissionais da aviação civil. A profissão é muito bem paga, tem um “glamour” muito próprio e as estatísticas apontam que, uma vez que o aluno vira um verdadeiro profissional, os riscos são muito reduzidos. Além disso, é uma profissão bem mais conhecida e visível do que outras, pois o piloto comercial está sempre um pouco “no centro” de qualquer viagem aérea de passageiros, pois todos depositam sua confiança nele.

Requisitos e matérias

Para virar piloto comercial é necessário fazer um curso, ao fim do qual será dada uma licença pela Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC). Tem imensas escolas e entidades permitindo fazer esse curso; vamos em seguida dar um exemplo dos pré-requisitos e matérias, de acordo com a EJ Escola de Aviação.

Requisitos

Precisa ser maior de idade, ter terminado o 2º Grau, fazer o Exame Médico de 1ª Classe e (talvez o mais importante) ter a licença de Piloto Privado. O curso de Piloto Comercial é já uma fase avançada e a caminho da profissionalização; quem tem esse objetivo irá começar pelo curso de Piloto Privado.

Matérias

O estudante irá ter muito mais que apenas as horas de voo. Irá cursar Aerodinâmica e Teoria de Voo, Física (para compreender tudo o que está acontecendo à sua volta), Inglês (obrigatório para voar à volta do mundo), Navegação Aérea, Matemática (porque as bases do pensamento matemático são mesmo obrigatórias), Conhecimentos Técnicos (você tem que entender como funciona um motor à reação, do mesmo jeito que um piloto de Fórmula 1 precisa entender seu carro), etc.

Aulas práticas

A EJ divide seu curso em 150 horas de voo, com as horas do Piloto Privado já inclusas. Dentro desse total, precisa ter pelo menos 70 horas de voo visual, 5 horas voando por instrumentos, 5 horas voando de noite e 5 horas em simulador.